Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \15\UTC 2010

E o Talento Ficou…

E saiu a convocação para a Copa do Mundo! Nomes e preferências à parte, o lado bom é que sobrevivemos à patética coletiva dada pelo dengoso treinador da seleção e pelo seu zangado papagaio de pirata. Testemunhamos o explícito assassinato da gramática e a confissão de não saber dizer se a escravidão e a ditadura foram coisas boas ou ruins. Assistimos, pasmos, aos esforços do nosso professor (?) em tentar ressuscitar uma utópica “pátria de chuteiras”, bem ao estilo da patriotada da era militar, época de nenhuma saudade. Só faltou a trilha sonora da ditadura, nos embalos do “Eu te amo, meu Brasil, eu te amo!

 Ledo engano! Ser torcedor de futebol não é pré-requisito para amar o país em que nasceu, nem caminho para a cidadania plena. Patriotismo é uma questão de atitude cívica, de comportamento cidadão e nada tem a ver com preferências esportivas. E mesmo que assim fosse, o combustível do futebol de hoje não é patriotismo, patriotada ou coisa que o valha. Ele é movido por gigantescos interesses comerciais, incomensuráveis para a paupérrima renda do brasileiro comum, graças ao mísero salário-mínimo pago a todos que não prestam serviços ao “Circo Brasil de Futebol”.

É óbvio que qualquer jogador que defenda a seleção brasileira tem que ter brio e garra, mas pode ter talento também. Pode saber tratar a bola com alguma habilidade, sem brucutucídio. Mas não foi esse o critério da convocação. Dunga se apossou da seleção que é de todos e fez dela a sua cara, a cara da tediosa e irritante era de 94. Afinal, aquele que só olha no espelho, não enxerga muito além de si próprio.

Mas Dunga tem tido ou não bons resultados? Claro, é indiscutível que sim, os fatos comprovam. E isso coloca nossa seleção entre as que tem boas chances para conquistar o título de 2010. Mas sem talento e sem criatividade, com um elenco discutível que deve apresentar um futebol previsível, engessado e sem graça. É a filosofia Dunguiana, do resultado a qualquer preço, em detrimento de alguns bons valores humanos, conhecidos e reconhecidos por todos.

Apesar disso, nem todo o mundo da bola ficou decepcionado com a lista dos 23. Argentinos, espanhóis, italianos, alemães e ingleses, dentre outros, bateram palmas. Efusivamente! E já lançaram a campanha “Professor Dunga 2014”! Isso é que é prestígio e reconhecimento internacional!

Mas, no final das contas, o que será pior? O futebol truculento e burocrático dos anões da dupla Dunga e Zangado, a insuportável zuada das vuvuzelas ou a narração do Galvão Bueno? Bem, como Deus é brasileiro, com um simples toque no controle remoto, ao menos de uma delas nossa angustiada torcida escapa.

E, já que o nosso bom futebol sofreu lesão irreversível, daqui para frente só nos resta rezar e torcer. Dunga, conte “cum nóis!

Tavinho Caúmo

.

Publicado no jornal “Correio da Paraíba”, em 13 de maio de 2010.

divider500x5.jpg

Anúncios

Read Full Post »